Art. 5º da Constituição Federal: Um direito que DEVERIA ser verídico

Lendo a Constituição Federal (sim, eu estou lendo ela e não, eu não sou louca) percebi que algumas coisas que nela é escrita não são cumpridas. Sei que não é novidade, mas analisemos o seguinte artigo:

“Art. 5º - Todos sãos iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:”

A falta de segurança que afeta os mais diversos lugares, que diretamente nos priva do direito à vida e indiretamente restringe a nossa liberdade. Irônico pensar que são coisas previstas na Constituição Federal, ou seja, são nossos direitos. Entretanto cadê a segurança? Policiais ganham um salário de fome, arriscando suas vidas para tentar – repare que eu disse tentar – nos proteger do mal que nós mesmos criamos.

Sim, nós mesmos criamos este “mal” que tanto nos aflige. Sabe por quê? Impomos que para ser alguém na vida é preciso ter dinheiro, para comprar um carrão, uma mansão... Tudo “ÃO”. E aqueles que não tem poder aquisitivo suficiente para adquirir todos esses bens materiais? Roubam. É o caminho mais fácil de ter o que não se consegue trabalhando em um país que é o 17° que mais cobra impostos para empresas e o 9° que mais cobra impostos em salário.

Não vou apenas culpar a sociedade e ou o sistema socioeconômico em que vivemos, nem vou generalizar. Existem aquelas pessoas que preferem trabalhar para conseguir as coisas, do que tomar de quem já tem. Assim como cabe a cada pessoa a consciência de suas atitudes, que – querendo ou não – são influenciadas pela sociedade.

E o direito a igualdade? Seja perante a lei, seja perante a vida. Que eu saiba não existe igualdade social nem aqui e nem na China e pelo que eu percebo nem todos são julgados de forma igualitária. A justiça nem sempre é neutra.

Sem contar que a criação das [ironia] benditas [/ironia] cotas nas universidades, vai contra a essa igualdade que nossa Constituição se refere.

18 comentários:

Aura Sacra Fames disse...

Este tema é por demais abrangente e notório, pois nos leva a inúmeras indagações, qual será o papel da justiça (vide conceitos kafkanianos, bem semelhantes), o bem comum é buscado, há democracia, etc...

Abraços
aurasacrafames.blogspot.com
Por uma sociedade diferente!

Bruno Gunner disse...

Pois é,
Na constituicao é tudo muito lindo!
O pior é que também falta interesse social nos seus próprios direitos.
por incrivel que pareca,algumas pessoas se sentem felizes apenas por ter um prato de comida em casa,e nao dao a mínima se têm mais direitos do que lhe falam.
Aceitam a tudo calados,nem sequer sabem o que se passa no país.
O mal do Brasil,infelizmente,é que a grande maioria da populacao prefere continuar alienada,a abrir os olhos, e ver que está sendo massacrada.
Triste!!
Porém verdade!!

No stress - Vanda disse...

Acabei de ver uma reportagem que dizia que a maioria dos brasileiros são discriminados violentamente em Portugal, nosso "País irmão", pois é, e a gente bem que adora chamar eles de "burrinhos" né?
O preconceito e a falta de igualdade vem já na educação das crianças, e nas próprias famílias que "ensinam" algumas atitudes bem racistas aos filhos, é isso que acontece... e vai por aí afora, até acontecer o desastre total na vida adulta!!!!


Um beijão

Jonathan Flexa disse...

É preciso ter cuidado com esse artigo. Tratar com igualdade os desiguais também é injusto. Grande paradoxo, heim? Junte o Mensalão aos seus “ÃO” =). Não ter os artigos de luxo mencionado não é motivo para roubá-los.

Wagner Lopes disse...

A pior parte da constiuição são as clausulas petreas.

Tudo que se enquadra como clausula petrea não pode ser alterado, só anulando a constituição inteira, e refazendo uma nova.

Ramon Tardin disse...

Vou falar a verdade: a constituição brasileira é linda.

Vou falar a triste verdade: ela não funciona.

A cada que passa vemos casos de omissão por parte do governo e da sociedade. Sim, ficamos indignados, guardamos a raiva e esquecemos depois. E aí? o que mudou? NADA!
Somos uma sociedade de hipócritas que aceitam relações de submissão. Sim, submissão. Submissão racial, submissão de poder. E, quando passa uma reportagem em relação ao assunto, quando assistimos [se eé que assistimos], pensamos: cotas? Sou contra!
Tá, e daí? Você é contra. E está fazendo alguma coisa?
Trabalhar questões da sociedade me influencia e me anima, pois cada vez mais que leio, debato e me informo, percebo cada vez mais a alienação pela qual a sociedade passa.

A constituição deveria ser respeitada. Mas se nem instituições federais as respeitam, quem somos nós para dizer alguma coisa!

Excelente texto!
Ramon Tardin
http://ramontardin.blogspot.com

Moça do Fio disse...

Lendo teu post lembrei-me da música d'O Rappa (que eu prefiro na versão da Maria Rita):

"... As grades do condomínio são pra trazer proteção. Mas também trazem a dúvida se é você que está nesta prisão..."

Incrível como a nossa Constituição é falha. Segurança e educação, que são as poucas coisas que estão a cargo do Estado não atendem com qualidade às nossas expectativas para haver bons profissionais e pessoas saudáveis.

Beijo.

Daniel Maia Silveira disse...

A nossa Constituição Federal é linda, o problema é que nesse país nem tudo o que está no papel realmente funciona. Nem sempre o poder público está interessado em fazer valer os direitos dos cidadãos, mas em momento algum eles se esquecem de dizer quais são os nosso deveres.
Ontem eu assisti a uma reapresentação de um programa Roda Viva com o historiador Carlos Guilherme Mota que dizia que a nossa sociedade não sofreu uma ruptura com o velho modelo que foi herdado da colonização portuguesa e eu devo concordar com ele.
Quando vamos romper com os velhos paradigmas estabelecidos?

ÅЮîÅnø GŧpÅ® disse...

O caráter no Brasil ou carácter em Portugal, em psicologia é o termo que designa o aspecto da personalidade responsável pela forma habitual e constante de agir peculiar a cada indivíduo; esta qualidade, é inerente somente à uma pessoa, pois é o conjunto dos traços particulares, o modo de ser desta; sua índole, sua natureza e temperamento. O conjunto das qualidades, boas ou más, de um indivíduo lhe determinam a conduta e a concepção moral; seu gênio, humor, temperamento, este, sendo resultado de progressiva adaptação constitucional do sujeito às condições ambientais, familiares, pedagógicas e sociais.

Caráter é a soma de hábitos, virtudes e vícios, é a imagem interior de uma pessoa.

Caráter, em sua definição mais simples, resume-se em índole ou firmeza de vontade.

O caráter de uma pessoa pode ser dramático, religioso, especulativo, desafiador, covarde, inconstante. Tais variações podem ser inúmeras.
.
.
.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Car%C3%A1ter

Nat Valarini disse...

Bom dia flor!

O Brasil é um país onde fala-se muito, mas o fazer é deixado de lado, constantemente.

O pior de tudo é que as pessoas parecem apenas reclamar entre si, mas não correm atrás para ver o seu direito exercido.

PS.: Meu blog ganhou um selo e repasso ao seu.

Kiso!

Érick Delemon disse...

Olá! Passei pra te falar que te indiquei para um selo! Depois passe lá e pegue! ;)

Abraços
_______________________
Blog do DelemonLado B de um disco Trash

Rafael Silveira disse...

A Constituição usa palavras muito bem definidas e diretas....
"Todos são iguais..."
Eita falta de vergonha na cara!
Um país como esse ainda tem coragem de exibir tal constituição?
Achei sua opinião muito útil!
Sucesso para você!!!
Até mais, grande abraço....

Inez disse...

Não acho loucura lera a Constituição, todos deveriam fazer isso. Eu também leio.
Tem um selo pra você no meu blog, dá uma passadinha lá pra pegar.

╬ Nothing has sense ╬ Felipesfr disse...

tem selo no meu blog p ti :)

ALex disse...

Que tal agente fazer um sexo gostoso e inquanto isso, vc me fala dessas coisas que vc tem na kbeça que vc acha! bjo na boca!

Discovery disse...

Entrem lá?
DISCOVERY IN BLOG!!

╬ Nothing has sense ╬ Felipesfr disse...

voltando eu a net :)

pois é, mais uma realidade de nosso pais...

tem uma frase que creio que está muito certa, ela diz: Cada povo tem o governo que merece.
enfim, o brasileiro necessita de uma reforma politica? sim... mas tão importante do que isso.. é uma reforma ideologica, reforma de cultura... romper com a alienação..

perfeito...

finatto disse...

Concordo com voce na questao das cotas em universidades... mas encaro como discriminacao, racismo.
Na verdade essa primeira parte do Art 5, no meu entender, foi mal elaborada. No proprio direito DEVEMOS tratar os DESIGUAIS de forma DESIGUAL, para que possamos buscar justica com maior eficacia. Para exemplificar queria mostrar-te uma materia da globo onde um rico sei la de que pais da Europa levou uma multa enorme por alguma infracao de transito. Se ele fosse pobre a multa seria menor.. entendeu o que quis dizer? Isso eh tratar os desiguais de forma desigual.. abs ;)

Postar um comentário

Escrevo o que quero, sem medo de ouvir o que não quero.